Por que e onde aplicar Blockchain

Ela é somente mais uma rede de moedas eletrônicas?

A tecnologia Blockchain pode ser um divisor de águas para as organizações. Já pensou em vender um carro, e utilizar a Blockchain como forma de controle/contrato?

A ideia desse artigo é mostrar como a Blockchain pode ajudar sua organização sem muito custo ou esforço. No entanto, fica mais compreensível se apresentado de forma breve, o que é, como funciona e como utilizar essa tecnologia. 

Farei uma breve introdução sobre a tecnologia para depois chegar à sua aplicação, utilizando como exemplo uma empresa no controle do fluxo de aprovação.

A estrutura de tópicos facilitará o entendimento geral:

  • O que é a Blockchain?
  • É seguro usar Blockchain?
  • A diferença básica entre Blockchain e Bitcoin
  • Operação da Blockchain na prática

O que é a Blockchain?

Podemos pensar em Blockchain como sendo uma espécie de grande livro contábil que registra vários tipos de transações em blocos e possui seus registros espalhados por vários computadores. 

Para facilitar, façamos a seguinte analogia: 

  • O “livro contábil” é a sua blockchain.
  • As suas “páginas” são os blocos de transação.
  • E as “bibliotecas” são todas as informações contidas nesses blocos.

Blockchain vem sendo definido como sinônimo de transações confiáveis e descentralizadas.

É seguro usar Blockchain?

Essa inovadora tecnologia garante a veracidade do remetente mediante uma assinatura digital. Para gerar essa assinatura, a Blockchain adiciona uma chave privada própria do emissor (criptografia simétrica) no dado original, executa o hashing da informação criptografada e a “re-encripta” com a chave pública do receptor. Mediante este processo, o dado é assinado digitalmente pelo emissor (certificado auto assinado).

Em resumo a Blockchain atualmente é muito segura por sua disponibilidade e transparência.

Imagem: Processo de criptografia por chave privada e publica.

A diferença básica entre Blockchain e Bitcoin

A Blockchain funciona como um banco de dados distribuído para registrar transações que não estão limitadas a uma criptomoeda. Já o Bitcoin, é simplesmente um token digital, que funciona como uma moeda digital, permitindo a compra de qualquer coisa on-line anonimamente.

Existem atualmente várias moedas virtuais chamadas de criptomoedas, como por exemplo: Bitcoin, Ether, Percoin, Libra do Facebook e etc.

Operação da Blockchain na prática

Imagem: Fluxo operacional de criação de um bloco, dispersão, validação e registro.

A Blockchain organiza os registros como uma cadeia de blocos interligados. Dessa forma, um bloco é um conjunto de dados que contém, entre outras coisas, uma lista de transações recentes (como o registro de um lançamento na página do livro contábil). Os blocos, assim como as transações, são públicos e visíveis, mas não podem ser alterados (é como colocar cada página em uma caixa de vidro inviolável). À medida que novos blocos são adicionados à Blockchain, um registro contínuo de novos blocos vinculados é formado (como um livro físico e suas muitas páginas de registro), organizados em ordem cronológica e protegidos por provas criptográficas.

Agora que já deu para ter uma visão do que é a Blockchain, sua segurança e como ela pode ser utilizada, você poderá acompanhar no próximo artigo da série:

  •  Como criar uma rede Blockchain;
  • Os Principais serviços em nuvens também tem Blockchain;
  • Um exemplo prático da aplicação de uma Blockchain.

Até lá!

Sobre o autor: Ricardo Galiardi é Especialista em Gerenciamento de Projetos de Ciências e Engenharia de Dados na Semantix.
Especializações: DPO | Big Data | Engenheiro Machine Learning | Blockchain | Engenheiro de Dados | Governança de Dados
LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/rgaliardi/

Share This